Vida minimalista.

Desde sempre encarei o processo de organização como uma forma de viver minimalista. Acredito que para otimizarmos ao máximo a nossa casa e vivermos num espaço harmonioso, devemos apenas ter o essencial e que nos faz feliz.





A organização fundamentada nos conceitos do minimalismo não é só um processo, mas principalmente uma forma de estar.


A grande origem da desorganização de qualquer espaço é o excesso material e é o facto de não termos definidos os locais exactos para cada objecto. Um espaço organiza-se e mantém-se organizado se tivermos apenas aquilo que nos é essencial. Não só o espaço físico, mas também o espaço digital ou mental.


Partilho com vocês três formas para viver uma vida mais minimalista:


1. Livre-se de toda a tralha, de uma vez por todas.


A acumulação física ou mental de tudo aquilo que já não precisamos tem um impacto negativo na nossa vida e no nosso nível de stress. Faça uma detox geral regularmente para evitar o excesso físico ou mental.


2. Repense a sua produtividade.


Não preencha todos os minutos existentes com tarefas produtivas. É importante parar e dar-se a si próprio tempo para recarregar energia e não fazer "nada". Aprecie pequenos momentos não produtivos (no sentido de produzir algo ou realizar alguma tarefa), como beber um chá e pensar na vida, ver uma temporada inteira de alguma série sem sentir culpa ou ver a caixa de memórias e recordar bons momentos. Seja o que for, não há problema se parar e apreciar as pequenas pausas.


3. Compre menos.


Tente ser mais consciente no que compra. Questione se o que está a deixar entrar na sua casa ou na sua vida, traz algo de melhor e positivo ou se é apenas um reflexo de alguma outra necessidade ou carência. Invista o mais o seu tempo em experiências em vez de itens materiais.

95 visualizações

saber mais

newsletter

contacto

rafaela garcez® todos os direitos reservados 2020

design by visualpraana.