alienação

Atualizado: Abr 14

outwitting the devil ou mais esperto que o diabo na versão portuguesa, de Napoleon Hill foi o livro escolhido para ler no começo de 2021.



janeiro foi um mês muito positivo para mim. permitiu-me parar, aprender e não tomar demasiadas decisões, mas sim, deixar fluir e ver o que a vida me trazia. comecei o ano a fazer um workshop sobre manifestação. adorei e percebi a existência de todo um mundo novo, ligado ao desenvolvimento pessoal, mas muito maior do que alguma vez imaginei.


aprender a crescer com as leis universais e energéticas, pode-nos levar muito mais longe e a atingir tudo o que queremos, mas toda essa transformação começa dentro de nós. bem, não me vou aprofundar demasiado neste tema porque ainda estou a aprender :)


outwitting the devil foi escrito em 1938, e apenas lançado em 2011. porquê? porque todas as pessoas que tinham o manuscrito nas mãos tiveram receio da aceitação do mesmo e por isso foi guardado o "segredo" até 2011. quando foi publicado. acho que esse foi o principal motivo que me fez querer ler. nada melhor do que algo proibido para nos motivar, não é verdade?


o livro é um diálogo muito interessante entre o autor e o diabo. o diabo explica qual a sua missão e ao longo do interrogatório vai revelando as suas técnicas de sucesso, afirmando que 98% da população mundial está nas suas mãos.


o que aprendi com esta conversa:


apesar de ter sido escrito em 1938 as mentalidades e a estrutura social não mudaram assim tanto, então senti-o completamente actual. tirando o poder da igreja que acredito que tenha diminuído (ou talvez seja apenas a minha percepção e continue com um gigante poder, apenas mais discreto e camuflado).


o diabo afirma que a igreja é um dos seus principais "serventes". diz-nos que tanto a igreja como a escola são agentes fundamentais para espalhar medos nas mentalidades das crianças, que mais tarde se tornam adultos alienados.


quais são esses 6 principais medos?

pobreza, crítica, doença, não ser amado, idade e morte.


como é que o diabo cumpre a sua missão através destes medos?

já alguma vez deixámos de fazer alguma coisa ou tomámos alguma decisão fundamentada nos medos referidos? "não vou abrir um negócio próprio porque tenho medo da pobreza", "não vou partilhar o que sinto porque tenho medo de não ser amado", "não vou publicar esta foto porque tenho medo de ser criticado". tentei enquadrar para os dias de hoje 😛 ora então, o diabo assume com orgulho que este comportamento é da sua autoria.


Napoleon explora muitos mais temas, e um deles é a lei do ritmo hipnótico − é a lei que nos torna resultado dos nossos hábitos, sejam bons ou maus. o diabo assume que o álcool, o tabaco e a comida em excesso ou tóxica, são também ferramentas essenciais para tornar os humanos alienados, além dos medos anteriormente referidos.


como nos tornamos alienados?

quando não pensamos por nós próprios e vivemos no medo.


como não ser alienado?

1 - definir um propósito de vida intencional

2 - autocontrole (nota rápida importante: disciplina é o que te faz atingir os teus objectivos e não a motivação. motivação é um sentimento, logo é demasiado arriscado colocarmos toda a responsabilidade em cima dela)

3 - compreender que todo o fracasso traz uma semente de aprendizagem

4 - escolher bem o nosso círculo mais próximo

5 - compreender que tudo leva o seu tempo

6 - para viver em harmonia colocar-nos em primeiro lugar

7 - não tentar agradar o resto do mundo


concluindo. de forma geral, sinto que todos os livros de desenvolvimento pessoal dizem a mesma coisa, mas de formas diferentes. este não foge à regra.


acho fundamentais serem lidos em certos momentos da nossa vida para nos dar força e relembrar que o poder está em nós. o que às vezes fica esquecido.


este livro veio clarificar o porquê dos medos que não são nossos, mas sim um resultado de forças externas e totalmente controlados e evitados se tivermos um pensamento individual. dá-nos direcções que parecem ser super básicas e simples mas que quando aplicadas são poderosas.


muitas vezes oiço grandes críticas negativas acerca das direcções simples e básicas que estes livros nos dão, mas geralmente essas críticas vêem de pessoas que não as aplicam. o que é um comportamento muito interessante de observar. pequena nota 😂


adoraria saber se já leste este livro e o que achaste!



79 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo